15 março, 2014

Coleta de dados para websites

Google Analytics utiliza diferentes tecnologias para rastrear e mensurar o comportamento dos usuários. No caso dos websites, Google Analytics fornece um código de rastreamento padrão em JavaScript. Esse código faz referência a uma biblioteca JavaScript analytics.js, que controla quais dados serão coletados.

Analytics.js
Fig. 01 – Analytics.js

 

Para que o rastreamento seja efetuado, basta inserir o código de acompanhamento do Google antes da Tag </head> no código HTML de todas as páginas de seu website, que você deseja rastrear. Esse código JavaScript gera um hit de pageview toda vez que a página é carregada por um usuário.

 

Recomendações importantes (best practices):

  • Inserir o código de rastreamento do Google em todas as páginas do seu website.

Caso o código de rastreamento do Google não esteja presente em todas as páginas de seu website, você não estará hábil a obter uma visão ampla sobre todas as interações entre usuários e website ocorridas dentro de uma sessão.

  • Posicionar o código de acompanhamento do Google antes da Tag no código HTML.

É recomendado posicionar o código de acompanhamento do Google antes da Tag </head> no código HTML, pois isso permite a execução do código de rastreamento mesmo que o usuário navegue para outras páginas, antes do carregamento completo da página acessada.

Inserindo o GATC no código HTML
Fig. 02 – Inserindo o GATC no código HTML

 

Detalhes sobre a execução do código de rastreamento

Quando um usuário acessa o seu website, o browser começa a processar o código HTML da página. Esse processamento começa pelo cabeçalho e segue até o footer (rodapé) da página. No momento em que o processamento atinge o código de acompanhamento do Google, o rastreamento será ativado, enviando informações sobre o usuário para os servidores do Google. Esse envio ocorre de forma assíncrona, ou seja, de forma paralela, independente e em segundo plano, sem interferir na velocidade de carregamento dos demais elementos da página.

 

Quando o código de rastreamento do Google é processado, ele cria automaticamente um identificador que permite distinguir cada usuário, marcando-os de forma única e anônima, por meio de cookies.

Cookies no Google Analytics
Fig. 03 – Cookies no Google Analytics

 

Por padrão (default), o Google Analytics utiliza apenas first-party cookies, ou seja, somente website ou domínio que implementou o cookie pode reacessa-lo e interpeta-lo. Assim, somente o Google Analytics pode acessar, ler e interpretar os cookies (identificadores) criados por ele.

 

First-Party cookies é uma medida de segurança presente em todos os browsers, mas você também pode criar e implementar a sua própria estratégia para cookie, a fim de identificar os usuários (visitantes).

 

Quando uma página é carregada, o código JavaScript coleta informações sobre o próprio website, como o endereço eletrônico (URL) da página que está sendo acessada, assim como o idioma definido no browser, o nome do browser (Firefox, Chrome, Safari, Opera, Internet Explorer etc), o tipo de equipamento eletrônico utilizado para acessar o website (desktop, mobile, tablet etc) e o sistema operacional (Windows, Marchintosh, iOS, Linux, Android etc) que foi utilizado para acessar o browser. Todas essas informações são reúnidas e enviadas aos servidores do Google sob a forma de pageview hit (um hit em forma de pageview).

 

Pageview hit no Google Analytics
Fig. 04 – Pageview hit no Google Analytics

Esse processo é repetido toda vez que uma página é carregada no seu website.